O que tem de melhor para fazer em Trancoso?

por | 28/05/2021

Conhecer Trancoso não é fato de ser um dos destinos mais requisitados do Brasil: como um todo, o lugar tem opções bastante indicadas para quem gosta de sossego. Apesar de receber centenas de turistas todos os dias, a rusticidade deste distrito de Porto Seguro, que só não supera a de Caraíva (outro destino próximo que mal tem luz elétrica), ainda impressiona e faz com que o lugar fique ainda mais charmoso.

As estradas de chão, as portas de madeira coloridas com tramelas, os mosqueteiros que rodeiam as camas: contexto que nos faz viajar no tempo e imaginar como era viver, com toda essa simplicidade, no tempo dos nossos avós.

Praias lindas, limpas e tranquilas. Algumas delas possuem restaurantes no entorno e outras são quase que totalmente desertas. Há uma pracinha no centro da Vila do Quadrado, sempre muito animada e rodeada de casinhas simples, que traduzem em cores a alegria dos personagens que vivem ali.

Se eu fosse escolher um dos muitos motivos para visitar Trancoso, escolheria sem sombra de dúvida a acolhida que recebi de todas as pessoas que encontrei, conheci e conversei: elas emolduram com excelência a beleza do lugar e tudo o que ele proporciona.

Experiências e cantinhos incríveis que quase ninguém visita, e pessoas ótimas que quase ninguém conhece.

Sempre que viajo pra algum lugar acabo passando um longo tempo conversando com os nativos e conhecendo um pouco da rotina do local. Isso faz com que eu me sinta um pouco nativa também, parte daquele lugar. Nessas conversas acabo sempre recebendo dicas de passeios dali que, de alguma forma, são especiais para eles.

A seguir estão as indicações que recebi de alguns moradores locais. O passeio começa na praia em frente à Vila do Quadrado. É possível chegar andando a pé em todos esses lugares e a extensão total é de mais ou menos 10km.

Rio da Barra

É onde o Rio da Barra encontra o mar. O lugar não é tão explorado porque para chegar lá você precisa ir caminhando pela praia e atravessar o rio. Quando eu fui, a água chegava mais ou menos no quadril (não precisa se preocupar porque o rio é bem limpinho). Há um acesso também pelo Hotel Rio da Barra.

Se você quer ver um lugar lindo e super privado continue andando até chegar nas falésias (são grandes formações rochosas, desgastadas pela ação dos ventos e dos mares). Quando fui, não havia nenhuma alma viva circulando por lá.

O lugar é muito indicado para a prática de esportes de vela e kitesurf, por conta da intensidade do vento. E venta muito mesmo!

[Mapa até Rio da Barra]

Praia do Espelho

Se o tempo estiver nublado, é melhor reservar um outro dia para visitar essa praia. O sol faz refletir, nas rasas poças de água e corais, a beleza do céu. Por isso o nome de praia do espelho.

[FOTO]

Praia Setiquara (do lado da praia do Espelho)

Uma praia quase privada, com ondas calmas, rodeada de falésias. O único ponto comercial é a Pousada do Outeiro, que também é a principal opção de acesso. O melhor horário para visitar é pela manhã, quando a maré está baixa e as piscinas naturais aparecem permitindo que se possa observar os corais.

Para chegar até praia você tem duas opções: ir pela trilha da Pousada do Outeiro ou ir caminhando a pé pela Praia do Espelho, mas tenha CUIDADO. Não é recomendado ir pela praia quando a maré está alta! A praia é quase deserta e isolada porque fica sem areia quando a maré está alta.

[FOTO]

Taípe

É uma praia pouco visitada, então você encontrará calmaria e uma grande presença de vegetação. Se for fazer esse passeio se prepare: um dos motivos dessa calmaria é que não há comércios nos arredores. Então, leve o seu kit farofeiro!

A única estrutura é oferecida pelo resort ClubMed. Os hóspedes, que por sinal são pouquíssimos, raramente abrem mão da comodidade do hotel para explorar a praia. O hotel fica localizado no alto das falésias, a mais ou menos 45 metros acima do nível do mar.

Pitinga

Falésias multicoloridas, praia de água clara e morna. Tem boa infraestrutura para crianças, com piscina artificial. Existem várias barraquinhas e alguns restaurantes ao redor.

O lugar é indicado como um bom lugar para saltar de parapente e o mar, assim como no Rio da Barra, se mostra muito propício para fazer kitesurf, windsurf, assim como outros esportes de vela.

Lagoa Azul

Fica a cerca de 6 km da Vila de Arraial, entre as praias de Pitinga e Taípe. A praia tem águas cristalinas por conta da areia de corais. Tem uma larga faixa de areia e falésias que separam a praia da mata.

A lagoa não existe mais, mas a praia rasa e o mar bem mais calmo do que o de outras praias do distrito de Trancoso continuam muito convidativos. É própria para banho e muito mais segura por conta do mar calmo (principalmente para quem não fica confortável em águas mais agitadas). Além disso, permite a utilização de caiaques e stand up paddles, que podem ser alugados ali mesmo.

Nos meses de chuva (qual é a época de chuva?) forma-se um poço de lama branca, rica em silicato de alumínio, no lugar onde ficava a lagoa azul. Os nativos dizem que esta lama tem características terapêuticas.

A dica de ouro: ali uma fenda entre as falésias que levam ao topo. Dali pode-se apreciar a vista panorâmica da Praia da Pitinga e da Lagoa Azul, com seus vários tons de azul do mar. Não hesite em entrar por esta fenda e fazer a trilha, que nem é tão difícil assim. Vale muito a pena e no meio do caminho você ainda encontra uma segunda lagoa, mais reservada e cercada pelas falésias. É lindo e, com certeza, você não vai querer perder.

Caraíva

Em algum momento da vida você vai ouvir falar de Caraíva. Se não ouviu, com certeza vai ouvir. A rusticidade já se mostra logo de cara, na travessia: para facilitar, deixe o carro na margem do rio e atravesse em uma das canoas guiadas pelos nativos, por 5 reais e a sensação de estar colaborando com quem mora por lá.

Situada no Parque Nacional do Monte Pascoal (lembrou do nome?), lugar que marcou a chegada dos portugueses no Brasil, lá em 1500. Ainda resiste ao lado uma reserva, com uma aldeia dos índios Pataxós.

Nesta pequena península, as ruas são de areia: não há circulação de carros ou motos. O sinal de celular é mega difícil e não há iluminação pública. Isso faz com que você descubra que existem mais estrelas no céu do que parece, e as que você já conhece, ficam ainda mais brilhantes. É incrível.

Minha sugestão é: leve uma canga, deite na areia da praia e fique horas observando as estrelas (romântica eu, né?).

E aí, já decidiu? Então saiba mais no post “Tudo sobre sua próxima viagem: Trancoso

Descubra o lado cool de Foz do Iguaçu • Anfitriã de Foz do Iguaçu

Faça download do checklist:
O que trazer na mala

eu AMO viajar e estou sempre visitando novos destinos. Depois de tantos passeios, aprendi que montar minha mala do jeito certo é essencial para o sucesso da minha viagem.

Este guia é baseado em Foz do Iguaçu, para que você venha visitar a minha cidade com tudo que você precisa para aproveitar ao máximo! Deixe seus dados abaixo para fazer download do material e boa viagem!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Navegue por tags:

Posts recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Saltos del Monday - Foz do Iguaçu

Giovanna Salvatti
Descubra o lado cool de Foz do Iguaçu
Relações Públicas • Gastronomia • Luxury management

Publicidade

Meus parceiros

Share This
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
Pin