“A Dona Laíde”

por | 14/11/2021

Dizem que uma criança quando “garra amor” pela terra, se transforma em um adulto que nunca mais consegue viver longe dela 🌳🥭

É o caso da Sra. Laíde Rufino dos Santos…

Ela cresceu na “Fazenda Paraíso” em Cambará, onde aprendeu com seu pai, o Sr. João Rufino da Silva, a cultivar os próprios alimentos.

Ainda jovem, apaixonou-se pelo Sr. José João dos Santos (o Seu Zé), um homem dedicado e muito gentil, com quem teve doze filhos.*

Em 1971, chegam na comunidade quilombola do “Apepú”, em São Miguel do Iguaçu, quando começam a praticar a agricultura orgânica.

Anos depois, veio a oportunidade de cuidarem de uma área na “Vila C” que pertencia a Itaipu, com a condição de que a preservassem.

E o resultado foi surpreendente!

Além de não derrubarem nenhuma árvore, eles plantaram várias, drenaram o terreno, cuidaram das nascentes, limparam os córregos, etc.

É provável que a horta da Laíde seja uma das mais variadas da cidade (vide os comentários), além do agrião mais verdinho da fronteira.

Mas cuidar de tudo isso não é fácil…

As cinco horas da manhã as galinhas já estão esperando a Dona Laíde na porta de casa, ela veste a sua bota e segue feliz para a roça 💪

Volta ao meio dia para descansar um pouco, preparar o arroz com feijão, ou uma sopa de mandioca e assistir a “Tribuna da Massa”.

Além de frutas e hortaliças, também produzem mel, doce de abóbora, pé de moleque, bala de banana, pão caseiro, entre outras delícias.

Mas sua maior contribuição para a natureza é o manejo constante do “Córrego Brasília”, são as mãos dela que o mantém vivo e respirando.

Esse córrego integra o corredor ecológico para onde migram os peixes do Lago de Itaipu até o Rio Paraná, na época da piracema 🐟🐟

É comum retirarem entulhos como colchões, roupas, peças de carro e até uma TV antiga…

Como não amar essa “pisciana” com alta dose de humildade, empatia e amor ao próximo?

Mas apesar da sua contribuição, há anos ela é ameaçada de DESPEJO por parte da prefeitura municipal, a atual responsável pela área.

Uma injustiça!

A horta é a sua identidade, formada por meio de uma relação de dignidade com a natureza, a vida dela é uma genuína lição ambiental.

E hoje, dia 05 de janeiro de 2021 é uma data especial:

A horta da Laíde está completando 31 anos de resistência, produzindo alimentos sem veneno, colhendo alegria e consciência social 👏👏

Em sua homenagem, ofereço um trecho do belo poema de Mano Zeu:

“Na sombra da árvore do humilde pomar

A gente sentado só a prosear

Em Foz do Iguaçu ganhou um amigo

Por isso Laíde tu conte comigo

Quem cuida da terra merece ficar…”

#FicaDonaLaíde

Marcos mora em Foz do Iguaçu e é um explorador apaixonado da cidade. Concedeu seus textos para serem compartilhados aqui no meu blog

Faça download do checklist:
O que trazer na mala

eu AMO viajar e estou sempre visitando novos destinos. Depois de tantos passeios, aprendi que montar minha mala do jeito certo é essencial para o sucesso da minha viagem.

Este guia é baseado em Foz do Iguaçu, para que você venha visitar a minha cidade com tudo que você precisa para aproveitar ao máximo! Deixe seus dados abaixo para fazer download do material e boa viagem!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

Navegue por tags:

Posts recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Saltos del Monday - Foz do Iguaçu

Giovanna Salvatti
Descubra o lado cool de Foz do Iguaçu
Relações Públicas • Gastronomia • Luxury management

Publicidade

Meus parceiros

Share This
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
Pin